Atual presidente do Conselho de Beneméritos do clube, ele lutava contra um câncer. Morreu no início da tarde desta terça-feira Eurico Miranda, ex-presidente do Vasco.

Segundo o GloboEsporte.com, ele lutava contra um câncer no cérebro. Aos 74 anos, foi hospitalizado nesta manhã no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Atualmente, era presidente do Conselho de Beneméritos do Vasco.

Em novembro, numa reunião do Conselho Deliberativo, já bastante debilitado, precisou de ajuda para se levantar e puxar o grito de Casaca, uma tradição do Vasco à qual se habituou a liderar. Eurico já tinha superado um câncer na bexiga e outro no pulmão. Nos últimos meses, porém, a locomoção era via cadeira de rodas.

 

O mais icônico dirigente do Vasco, presidiu o clube em dois períodos: de 2003 a 2008, e de 2015 a 2017. Ainda esteve na vice-presidência de futebol do cruzmaltino entre 1990 e 2002, quando participou das conquistas do Campeonato Brasileiro de 1997, da Copa Libertadores de 1998, da Copa João Havelange de 2000 e da Copa Mercosul de 2000.

NSC TOTAL