A ausência de Whindersson Nunes e Luísa Sonza no casamento de Carlinhos Maia e Lucas Guimarães, no dia 21, foi muito sentida e comentada pelos fãs dos influencers.

Para todos os efeitos, Whindersson e Luísa seriam padrinhos dos meninos, mas cancelaram a participação em cima da hora. Acontece que a relação entre os dois maiores influencidadores digitais do Brasil azedou bem antes disso. Em 26 de abril, na véspera de fazer dois shows no Rio de Janeiro, Carlinhos Maia, natural de Penedo, em Alagoas, disse que não ia comentar o afastamento do então amigo, que é do Piauí, das redes sociais por conta da depressão.

— Prefiro não falar sobre esse assunto. Nessa fase da vida dele, não estou convivendo. Particularmente, nunca me vi numa situação como a dele. Acho que porque tenho meus pais e amigos por perto... Eu volto para casa toda semana. Estou no São Paulo Fashion Week num dia e no outro comendo cuscuz com ovo com minha família. Eu trato a fama como trabalho. É isso — argumentou o agora marido de Lucas Guimarães, na ocasião.

 

 

 

 

Vale lembrar que Carlinhos Maia, que tem o segundo Stories (plataforma de vídeos do Instagram) mais visualizado no mundo (perde só para Kim Kardashian) já deixou claro várias que vezes que, após desejar rivalizar com Whinderson no início da carreira, passou a ser admirador dele. No dia 14 de abril, durante participação do “Programa da Eliana” (SBT), o alagoano afirmou que “Sou muito fã dele. Ele é de uma humildade e respeito”.

“No começo, eu ficava tentando competir com ele, que sentou comigo e disse: ‘Carlinhos, eu tentei competir com alguém já. Ela fazia 50 vídeos no mês e eu fazia 8. Aí, eu parei de competir com essa pessoa e tentei fazer os meus oito vídeos muito melhor do que eu fazia. Nós não somos competidores. Estamos aqui para nos ajudar’. Naquele momento, eu saí de lá e pensei: ‘Foi mais uma lição que eu aprendi. Ele, maior que eu, como já era, me disse que estava ali para me ajudar. Como eu estava competindo com um cara desses? Desculpa, Whindersson, e muito obrigado”, desabafou.

EXTRA