Com iluminação e vigilância, praça ficará aberta também à noite. Aos 83 anos, João Ferreira de Souza, o Seu Teco, era só alegria na inauguração da Praça do Monte Serrat

em Florianópolis na manhã desta quarta-feira (7). Nascido no Maciço do Morro da Cruz, ele sabe melhor do que ninguém o quanto é difícil para uma comunidade não ter um espaço de lazer.

Por tudo isso, o terreno cedido pelo poder público ao Instituto Wilson Groh e transformado em praça por uma construtora da capital é, para ele, motivo de celebração. Com os colegas da Velha Guarda da Copa Lord, ele festejou a abertura do ambientes aos moradores.

— Essa praça vai servir pras nossas velhinhas darem uma caminhada. Pras crianças, é bem melhor um parque aqui, do que arriscar a vida em local lá embaixo - disse Teco.

Teco
Seu Teco comemorou a entrega do espaço para a comunidade
(Foto: Gabriel Lain)

Contemplação

Com um reservatório ativo da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), o local era conhecido pelos moradores como a "Caixa d' água". Agora, sobre o reservatório, a uma pequena distância do chão, um gramado com bancos e flores serve de espaço de convivência e contemplação da Beira-mar Norte e dos prédios da área central.

- Com a revitalização, a comunidade tem um espaço de qualidade e cria uma interface com o centro para gerar perspectivas de empreendedorismo social futuro. A gente pode trazer mais a iniciativa privada e as políticas públicas pra que se chegue num ponto em que não tenha nenhum jovem sem perspectiva - avaliou o Padre Vilson Groh, do Instituto Vilson Groh.

Praça para todos

A praça compreende sete mil metros quadrados, erguidos após pouco mais de um ano de construção. No local, há mesas com jogos de tabuleiro, gramado e equipamentos para crianças e adultos. A concepção do projeto ocorreu em oficinas com a comunidade conduzidas pelos voluntários do movimento Traços Urbanos.

— As crianças pediram academia para os avós e pista de caminhada para os pais. Com isso, não vai ser só o parquinho, vamos ter a frequência das mais diferentes faixas etárias - contou Sílvia Lentzi, que integra a equipe do projeto.

Agora, a Praça do Monte Serrat ficará aberta o dia todo e, além de iluminação, terá ainda vigilância, para que o local possa ser aproveitado também à noite.