Parauapebas, no sudeste paraense, acaba de completar 31 anos de emancipação política. Cidade onde o minério de ferro está em abundância, uma segunda riqueza dá cor,

sensações e magia a este município rico em belezas naturais. A cidade oferece um variado roteiro turístico, com cachoeiras, trilhas, balneários e fazendas que atraem turistas do Brasil e do mundo.

A ‘rota das águas’ representa um mergulho para quem gosta de contemplar lagos e balneários pouco conhecidos na região. A comercialização das gemas e joias extraídas por uma das maiores jazidas de pedras ametistas do Brasil e a piscina e cachoeira de águas termais, terapêuticas e medicinais, tornaram o Garimpo das Pedras o atrativo destaque da rota.

Distante a 60 quilômetros do centro de Parauapebas, o Garimpo das Pedras foi descoberto há cerca de 30 anos por garimpeiros da região. Conhecido pelas águas cristalinas, em tom esverdeado, o lugar é destino ideal para quem busca aconchego e maior contato com a natureza.

Uma piscina de águas quentes, cuja temperatura passa dos 38 graus, é considerada medicinal por dezenas de visitantes. O acesso ao Garimpo das Pedras é por estrada de chão, seguindo pela Vila Paulo Fonteles, zona rural do município. O trajeto é feito em pouco mais de uma hora. Algumas placas sinalizam a estrada.

Estrutura da cidade para receber turistas Após visita técnica da Secretaria de Estado de Turismo do Pará (Setur), foi comprovado que a rede hoteleira de Parauapebas é uma das melhores do estado, o que comprova que o município está preparado para oferecer ótimas acomodações aos turistas nacionais e internacionais. A cidade também possui ótimos restaurantes para quem gosta de apreciar a boa culinária regional paraense como o açaí, cupuaçu, tacacá e vatapá e cerveja artesanal.

Garimpo das pedras

Onde fica? Sudeste paraense

Como chegar? De carro, seguindo pela Vila Paulo Fonteles, na zona rural

O que fazer? Desfrutar das águas termais da piscina natural