O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, recebeu na manhã de hoje, os líderes do Conselho Cristão de Moçambique (CCM), para uma audiência, com intuito

de saudar o Chefe do Estado por tudo que tem feito em prol de um país próspero e em paz.

Os líderes do CCM aproveitaram a ocasião para felicitar o estadista moçambicano pelo seu sexagésimo aniversário natalício, e reafirmaram que a agenda do Governo é a mesma que guia as acções do CCM, disponibilizando-se para participar activamente nos momentos sócio-políticos que o país atravessa.

Louvaram o que já foi alcançado em termos gerais, e encorajaram o Presidente Nyusi e o seu Governo a prosseguirem com o processo de paz como uma das sua principais agendas, até se alcançar resultados satisfatórios para os amoçambicanos.

Falando na ocasião, o Presidente da República agradeceu pelo encontro e pela mensagem de felicitações alusivo ao seu aniversário, e de seguida situou a liderança do CCM sobre os vários processos que o país atravessa.

“Achamos que é muito importante a contribuição do Conselho Cristão de Moçambique e de outras entidades da sociedade civil e religiosa na moralização da sociedade, e encorajamos a continuarem a fazer o vosso papel da promoção de valores morais e no trabalho para a paz”, disse o estadista.

O Chefe do Estado solicitou ao CCM para guiar a solidariedade pelos irmãos vítimas ataques no norte da província de Cabo Delgado, e que continue a explicar a essência sobre o prcesso da dívida pública, que não deve ser motivo para a divisão dos moçambicanos.

“Continuemos no cumprimento do Plano Quinquenal do Governo, no combate à corrupção a todos os níveis, e participemos na mobilização para a participação massiva dos moçambivanos nos pleitos eleitorais que se avizinham. Também convido o CCM a participar na preparação da recepção do Papa Francisco na sua visita a Moçambique”, disse o Chefe do Estado.

Por sua vez, a Reverenda Felicidade Chirinda, Presidente do CCM, falando depois da audiência, disse que o mote do pedido da audiência era de saudar o Presidente da República, e apresentarem-se como novos órgãos que dirigem o CCM, e também se colocarem à disposição para tudo o que podem fazer para cooperar com o Governo para o bem da sociedade.

“Na sua resposta, Sua Excelência o Presidente da República, disse que ficaria muito satisfeito se continuassemsos a cooperar na questão da paz, que bé fundamental, também na qiuestão da eleições que se avizinham, assim como no desenvolvimento do país como um todo, na moralização do país e na luta contra a corrupção”, disse a reverenda Felicidade.

O CCM foi fundada em 1948 e congrega vinte e cinco igrejas e duas associações cristãs, e tem como Presidente a Reverenda Felicidade Chirinda. O Reverendo João Mutungamira é o Vice- Presidente; o Reverendo-Bispo Carlos Matsinhe é o Presidente da Comissão de Fé e Ordem, e, o Reverendo João Damião Muhale é o Secretário-Geral do CCM.

Portal do Governo de Moçambique