Os ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony e Rosinha Garotinho foram presos na manhã desta terça-feira, 3, no Rio de Janeiro. O casal e outras três pessoas são suspeitos

de fraudes em contratos da prefeitura de Campos dos Goytacazes com a empreiteira Odebrecht.

 

As investigações são conduzidas pelo Ministério Público estadual e as ordens de prisão foram emitidas pela 2ª Vara Criminal de Campos dos Goytacazes, município que já foi administrado por Garotinho e Rosinha. De acordo com o Globo News, as investigações começaram a partir de declarações de dois executivos da Odebrecht ao Ministério Público Federal.

A denúncia foi baseada em suspeitas de superfaturamento na construção casas populares em dois programas habitacionais do município em licitações que suspeitam o valor de 1 bilhão de reais.

VEJA.com