Procon notifica empresas de ônibus da rodoviária de Florianópolis por falta de informações a passageiros

Segundo o órgão, informações básicas como preço de passagens e horários de ônibus não estão acessíveis de forma clara

Procon notifica empresas de ônibus da rodoviária de Florianópolis por falta de informações a passageiros
Terminal rodoviário de Florianópolis(Foto: Cristiano Estrela / Banco de Dados / NSC)

Empresas de transporte de ônibus que operam no Terminal Rodoviário Rita Maria, em Florianópolis , foram notificadas nesta quinta-feira (2) pelo Procon da cidade por não disponibilizar informações básicas aos passageiros, como preço de passagens e horários de ônibus.

De acordo com a Diretora do Processo de Florianópolis, Elizabeth Fernandes, 14 empresas de transporte receberam a notificação. O prazo estipulado para adequações termina na próxima terça-feira (7).

Elizabeth diz que o órgão constatou que nenhuma das empresas que atua no local não oferece forma clara para passageiros informações como horários de saída de ônibus, destino, valor da passagem e gratuidade para idosos.

- São informações básicas que devem estar nas cabines de venda de cada empresa. É um direito previsto no Código de Defesa do Consumidor. Para uma cidade turística como Florianópolis, não é possível que isso aconteça - entre em contato com a Diretora do Procon.

Os impostos do processo foram até o local nesta quinta-feira após o órgão receber reclamações de usuários. Caso as adequações não sejam feitas, como empresas serão multadas. O valor depende do faturamento de cada empresa infratora. Uma reportagem não conseguiu contato com como empresas de transporte não declaradas até esta publicação.

NotificaçãoNotificações do Processo de Florianópolis para empresas de transporte

(Foto: Procon / Divulgação )

Terminal é responsabilidade do governo estadual

O Terminal Rodoviário Rita Maria atualmente é administrado pela Secretaria de Infraestrutura do Estado, que não foi notificado sobre uma situação. Conforme diretora do Procon, forneça informações é responsabilidade exclusiva das empresas de transporte.

No entanto, ainda segundo Elizabeth Fernandes, o órgão estuda a possibilidade de notificar o governo por conta de problemas na estrutura do prédio, como a falta de assentos permitidos para passageiros durante a espera de ônibus e problemas com a modificação.

Uma reportagem procurou a Secretaria de Infraestrutura do Estado, que informou que ainda não foi notificada oficialmente e que ainda não se manifestou sobre o assunto.

O Terminal Rodoviário Rita Maria recebe cerca de 40 mil pessoas por dia durante uma alta temporada.

Leia também

"Uber" fazer Ônibus TEM decisão favorável não STF e dividir Opiniões EM Santa Catarina

Acidente between two Ônibus Deixa Passageiros feridos em Florianópolis

hora_de_sc